Farol está entre as cinco cidades do Paraná com maior média de vacinação


=Farol está entre as cinco cidades do Paraná com maior média de vacinação

Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), apontam a cidade de Farol, na região da Comcam, como a 5ª do Paraná que mais aplicou doses da vacina (1ª dose) contra coronavírus (Covid-19). O índice no município, segundo os números, é de 96,7%.

De modo geral, a aplicação das primeiras doses já recebidas pelos municípios chegou a 64,5%, totalizando 704.320 doses aplicadas. Os números são referentes a esta quinta-feira (25). Além de Farol, as outras quatro cidades com maior média são: Marilena (98,6%), Paraíso do Norte (98,1%), Santa Isabel do Ivaí (97%), Terra Rica (94,7%) e Santo Antônio do Caiuá (94,4%). O município de Fênix também é destaque na região, com 94,1%.

A Secretaria de Saúde de Farol está imunizando idosos na faixa etária de 74 a 70 anos. Com as últimas doses recebidas pela 11ª Regional de Saúde, o município conseguiu imunizar a faixa etária de 74 a 71 anos, restando apenas a faixa de 70 anos. Segundo a secretária de Saúde de Farol, Sandra Regina Félix, uma nova remessa de vacinas deverá chegar no início da próxima semana.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado da campanha, não só pelo fato de ver a missão cumprida, mas pelo fato de estarmos ajudando nossa população a se proteger deste vírus que assola a humanidade. Nosso desejo é que a vacina fosse mais rápida, mas dependemos do envio das doses pelo Ministério da Saúde”, comentou o prefeito da cidade, Oclécio Meneses (Podemos).

Números

Os percentuais levam em consideração as 1.091.871 vacinas distribuídas para a aplicação da primeira dose pela Secretaria da Saúde desde o início da imunização dos paranaenses, em janeiro – sendo que 369,65 mil novas doses chegaram aos municípios na última segunda-feira (22). Os dados são do Vacinômetro, nova plataforma da pasta para atualizar o status da imunização do Paraná contra o coronavírus em tempo real.

Dos 399 municípios, 19 haviam aplicado entre 90% e 99,9% das doses recebidas, 26 entre 80% e 89,9% e 73 entre 70% e 79,9%. A maior parte dos municípios figura entre 60% e 69,9% das primeiras doses aplicadas: são 125 cidades nesta faixa, o equivalente a 31% de todo o Estado. Além destes, 88 municípios aplicaram entre 50% e 59,9% das doses, e 60 não chegaram a aplicar metade do que foi recebido. Outros oito municípios apresentam mais de 100% de aplicação, mas o Vacinômetro aponta inconsistência nos dados recebidos por essas prefeituras.

Das 22 regionais de Saúde do Paraná, a que obtém melhor média geral é a de Paranavaí, que já aplicou 73,1% do total de primeiras doses recebidas. A única outra regional que também já superou os 70% é a de Cascavel, com 72,9% das doses aplicadas.

Entre as cidades mais populosas do Paraná, que consequentemente recebem mais doses em números absolutos, Francisco Beltrão é a que obtém a melhor percentagem de aplicação, com 76,3% das doses aplicadas. Outras cinco grandes cidades também já aplicaram mais de 70% das doses: Foz do Iguaçu, Araucária, Maringá, Toledo e Cascavel.

Umuarama, Curitiba, Campo Largo, Guarapuava, Ponta Grossa, Campo Mourão, Arapongas, Apucarana e Londrina estão entre 60% e 69,9% das doses aplicadas. Entre 50% e 60% estão Cambé, São José Dos Pinhais, Colombo, Paranaguá e Paranavaí.

Segunda dose


A média da aplicação da segunda dose, por sua vez, está em 74,9%. Das 274.160 doses distribuídas, 205.221 já foram aplicadas. Três municípios já utilizaram 100% das vacinas recebidas: Guairaçá, Campo Bonito e Ourizona, e 31 já superam a taxa dos 91% de aplicação. Há números inconsistentes em 17 municípios. O Governo do Estado pediu, nesta semana, a aceleração da vacinação pelos municípios.

A estratégia faz parte de uma nova recomendação do Ministério da Saúde, que prevê o uso de todas as vacinas disponíveis para aplicação da primeira dose para aumentar rapidamente a base da população vacinada no Paraná.

Anteriormente, metade das remessas recebidas eram armazenadas durante o intervalo das doses recomendado pelas fabricantes – 21 dias para a Coronavac e três meses para a vacina da Universidade de Oxford/Astrazeneca/Fiocruz. Além da nova recomendação, o Governo do Estado também pediu aos municípios que usassem todas as doses já recebidas, para de fato ampliar a população imunizada. Atualmente, está em curso a imunização de pessoas acima de 70 anos, profissionais da saúde e quilombolas. A expectativa da Saúde é vacinar todos os grupos prioritários até maio de 2021. A estimativa da população a ser vacinada nesta etapa é de 4.635.123 de paranaenses. (Com informações da Agência de Notícias

20 cidades com maior percentual de aplicação até esta quinta-feira:

Marilena – 98,6%

Paraíso do Norte – 98,1%

Santa Isabel do Ivaí – 97%

Farol – 96,7%

Terra Rica – 94,7%

Santo Antônio do Caiuá – 94,4%

Fênix – 94,1%

Mangueirinha – 93,8%

São Pedro do Paraná – 93,5%

São João – 92,9%

São João do Caiuá – 92,5%

Coronel Vivida – 92,3%

Nova Aliança do Ivaí – 92,3%

Amapora – 91,9%

Espigão Alto do Iguaçu – 91,5%

Atalaia – 90,8%

Tamarana – 90,7%

Santa Cruz do Monte Castelo – 90,4%

Novo Itacolomi – 90,2%

Maringá – 74,6%

Cascavel – 72,9%

Ponta Grossa – 65%

Foz do Iguaçu – 75,2%

São José dos Pinhais – 59,5%

Guarapuava – 65,3%

Toledo – 73,1%

Umuarama – 69,6%

Apucarana – 61,7%

Campo Largo – 66,1%

Arapongas – 61,8%

Colombo – 56,4%

Francisco Beltrão – 76,3%

Araucária – 74,9%

Cambé – 59,7%

Campo Mourão – 62,4%

Paranaguá – 55,1%

Paranavaí – 53,9%.

 

Fonte: Tribuna do Interior

 

Mais notícias